Trivium Pursuit

O Nível Lógico

Por Harvey e Laurie Bluedorn
Impresso na PHS nº 31, 1999. Tradução para o português Allan Ribeiro

Quando as crianças atingem o estágio lógico, o ensino em casa torna-se interessante! Crianças que acabaram de se tornar adolescentes estão se tornando criaturas pensantes, questionadoras e racionais. Elas não ficam mais satisfeitas em saber o que aconteceu; elas querem saber por quê. Para colocar isso tudo em termos da computação: as crianças ainda estavam "booting up" [o cérebro está se desenvolvendo e se preparando para chegar a um estágio de funcionamento adequado em que poderá receber e lidar com informações mais complexas] no estágio pré-gramatical (do nascimento até aproximadamente os dez anos), eles estiveram "introduzindo" as informações no estágio gramatical (entre os dez e os doze), mas agora, no estágio lógico (entre os treze e os quinze), eles começaram a processar a informação.

Infelizmente neste estágio muitos pais ficam angustiados porque o currículo está ficando mais difícil, e as crianças estão fazendo perguntas mais complexas. Não podemos mais ensinar simplesmente quando usar maiúsculas e minúsculas e nem a somar. Devemos agora começar a exercitar nossas mentes com nossos filhos!

Porque as crianças estão desenvolvendo a habilidade de pensar abstratamente, nós pais ficamos desafiados a sair da nossa zona de conforto pós-ensino-médio. Como resultado, muitos pais desistem de ensinar em casa e põem seus filhos numa escola.

Mas este não é o momento de desistir. Queremos encorajar os pais a perseverarem até o fim. Lembre-se, ensinar em casa é benefício para os pais. Os filhos estão só seguindo aproveitando o embalo!

Ensinar Em Casa É Para Os Pais

Quantos de nós passamos pela escola sem aprender nada no geral, ou sem lembrar de nada em particular? Nós não estávamos nem interessados e nem motivados. Nós estávamos simplesmente cumprindo a nossa pena de doze anos. Agora temos outra oportunidade de aprender essas coisas enquanto as ensinamos aos nossos filhos. Nós temos a oportunidade de aprender coisas como:

  • A matemática que nunca entedemos
  • A Ciência de uma perspectiva cristã ao invés de uma naturalista
  • A história que nunca nos ensinaram
  • A linguagem clássica que nunca nos ofereceram
  • A lógica que nunca nos permitiram usar

Ensinar em casa salva duas gerações: primeiro a dos pais, depois a das crianças.

O estágio Lógico é a Época para Estudos Independentes

Crianças em o estágio Lógico deveriam ser mais independentes nos seus estudos e deveriam precisar de menos atenção acadêmica um-a-um dos pais em certos assuntos. A quantidade de tempo que os pais passam ensinando neste estágio depende do tipo de currículo que eles usam. Use material auto-aplicável sempre que possível.

Culto Doméstico

No estágio Lógico, a criança deve desenvolver-se teologicamente. Ela não sabe somente o que a Bíblia diz (a linha de tempo); ela está desenvolvendo uma idéia do significado – as conexões mais sutis e suas implicações. Deus é três pessoas em uma essência. Cristo é uma pessoa em duas naturezas. Somente em Cristo Deus pode ser justo e misericordioso para com o pecador. O culto doméstico é mais do que somente uma coisa legal para fazer quando for conveniente. Tempo sugerido: culto doméstico – 45 minutos por dia; devocional individual – 15 minutos por dia.

Matemática

Já que a álgebra e a geometria são uma aplicação da lógica da aritmética, elas serão melhor compreendidas pelos estudantes no estágio lógico, o qual se inicia para a maioria os estudantes por volta dos treze anos. O estudo da matemática será o mesmo na abordagem clássica que em qualquer outra abordagem. À medida que estuda o conceito de Trivium, você entenderá porque você não pode tentar ensinar álgebra ou geometria para uma criança de dez anos (ainda no estágio gramatical). Os de treze e quatorze anos irão estudar álgebra I e II. Um de quinze irá estudar geometria. Os livros de Saxon, Álgebra I e II e o de Geometria de Harold Jacobs são bons materiais para auto-estudo. Tempo sugerido: 45 minutos por dia.

Lógica

A idade de treze anos é a época ideal para se começar o estudo de lógica. O livro de lógica perfeito para crianças que são educadas em casa ainda não foi escrito. Hoje em dia, os melhores textos são Critical Thinking Books 1 & 2 [Pensando Criticamente] (livro e software). Estes livros incluem uma dose de pensamento politicamente correto, mas você irá reconhecer isso imediatamente e poderá apontar e ensinar a respeito. Leva-se dois ou três anos para completar os dois livros. Tempo sugerido: 20 a 30 minutos por dia.

Ciências

Quando os estudantes estavam no nível gramatical, eles faziam observações, investigavam todo tipo de coisas no mundo ao redor deles e, geralmente aprendiam a amar ciências. Agora que eles estão no estágio lógico, os alunos irão estudar os diferentes campos científicos (geociências, física, química e biologia) e aprender a conduzir experimentos em cada um desses campos. Recomendamos que os estudantes participem de uma feira de ciências ou concurso de projetos de ciências todo ano (veja a nossa lista de concursos nacionais em Practical Homeschooling # 23.). Este tipo de projeto geralmente leva vários meses para completar. O jovem de treze anos pode começar com um simples projeto envolvendo algum interesse especial que o estudante tenha (colecionar pedras, cozinhar, plantar flores). O projeto de um jovem de quinze anos seria mais complexo. Quando nosso filho Natanael tinha treze anos, seu primeiro projeto para uma feira de ciências envolvia variar a carga útil de foguetes-modelo. Quando ele tinha quinze, ele fez vinho sob condições hiperbáricas (sob alta pressão atmosférica). Trabalhar em um projeto de ciências reúne a gramática e a lógica, as pesquisas em bibliotecas (coletando informações), a comunicação oral (entrevistando pessoas e falando com os jurados da feira de ciências), a escrita (cada projeto precisa ser escrito primeiro), a escolha de hipóteses, a análise de informações e a tirar conclusões. Tempo sugerido: 2 horas por semana.

História, Literatura, Redação

História, literatura e redação podem ser estudados juntos como uma unidade. Aqui estão algumas sugestões sobre o que incluir (tempo sugerido: 60-90 minutos por dia):

  • Se a história é estudada cronologicamente ou por interesse, esteja certo de que o estudante entende onde os eventos se encaixam no esquema temporal geral (ver ponto 5 abaixo).
  • Mantenha um caderno, do tipo classificador, organizado cheio de anotações, esboços, desenhos, ensaios e narrativas.
  • Estudantes no estágio lógico irão ler e escrever muito. Leia biografias, autobiografias e diários que correspondam ao período sendo estudado e esboce ou escreva narrativas sobre estes livros.
  • Consulte fontes primárias o quanto for possível. Isso inclui literatura escrita durante o época sendo estudado (ficção, ensaios, peças, orações, etc). Quando você estudar a história da constituição americana, leia a constituição e os documentos Federalista e Anti-federalista. O estudante poderia esboçar ou escrever narrativas sobre estas peças literárias, ou responder a perguntas de testes. A série The Critical Thinking in the United States History [Pensando Criticamente a História dos Estados Unidos] (livro e software) ensina os estudantes a aplicar a lógica à história analisando e avaliando fontes primárias.
  • Continue a linha de tempo que você iniciou quando o estudante estava no estágio gramatical. Linhas temporais, especialmente quando compiladas pelo próprio estudante, darão a ele uma idéia do que aconteceu com relação a outros eventos "Ei, o papai estava na faculdade quando o homem pisou na lua!". Consulte mapas, Atlas históricos e globos.
  • Faça projetos de história (para serem expostos na sua biblioteca pública ou na feira de projetos de alunos que estudam em casa) e entre em competições de história tais como o Dia Nacional da História. Projetos de história irão requerer pesquisa em bibliotecas, etc.                                                                                       

Oito anos atrás, nossas filhas estudaram os estilos de chapéus no século dezenove. Parte da exposição era um cartaz com desenhos feitos de caneta e tinta de todos os chapéus e chapeletas diferentes da era vitoriana. Eu tenho esse cartaz pendurado na parede junto à minha escrivaninha. Nós fizemos projetos sobre o Luis XVII perdido, sobre as mulheres de Ilinois durante a Segunda Guerra, sobre a rainha Vitória, sobre a Grande Exposição Mundial e sobre a Ferrovia Central de Ilinois.

Discursos e Debates

A cada mês faça os estudantes escreverem e apresentarem um discurso e praticarem uma interpretação oral. Seria muito bom se a performance pudesse ser diante de um grupo – seu grupo de apoio ao ensino em casa ou da igreja. O discurso de uma pessoa de treze anos deve ser algo simples, como um relato sobre a dirofilariose canina [infestação parasitária comum em canídeos] ou uma descrição das últimas férias de verão. Você pode esperar mais de um estudante de quinze anos. Algumas crianças no estágio lógico estarão prontas para começar a debater, enquanto outras precisarão esperar até o estágio retórico.  Contate a Home School Legal Defense Association [Associação de Defesa Legal do Ensino em Casa] para obter informações sobre o tópico de debate atual. Tempo sugerido: 2 horas por semana (mais se estiver participando de debate).

Latim e Grego

Crianças no estágio lógico devem continuar estudando a gramática latina e devem incluir a gramática grega. Já que a gramática da língua materna é aprendida melhor ao se estudar uma língua estrangeira, o estudo gramatical da língua materna pode ser interrompido se a criança estiver estudando a gramática do latim e/ou grego. Não esqueça de continuar com os cadernos de anotação do grego e do latim. Tempo sugerido: 30-45 minutos por dia.

Leitura em Voz Alta

Não esqueça de continuar a ler em voz alta para todas as crianças por uma ou duas horas por dia uma boa variedade de literatura, e mantenha as narrativas. Ler em voz alta pode vir a ser a sua parte favorita de ensinar em casa.

Memorização

Estudantes no nível lógico devem continuar a exercitar suas mentes com a memorização. O material para memorização pode incluir textos para interpretação oral, tarefas de passagens literárias, trechos de alguns dos documentos das fontes primárias de história, ou passagens escritas nas línguas originais da Bíblia ou clássicos. Tempo sugerido: 20 minutos por dia.

Muito bem, já cobrimos os assuntos acadêmicos do estágio lógico. Mas ainda há o que dizer: o ensino em casa clássico não se restringe ao latim e à lógica. É a maneira de viver na prática. Nós cometemos muitos erros quando ensinamos em casa. Aqui vão alguns deles:

Os maridos devem ser mais do que os cabeças figurativos de sua escola. As crianças no estágio lógico precisam do pai. É claro que crianças de todas as idades precisam de uma figura paterna, mas para os recém entrados na adolescência, eles são cruciais. Isto é especialmente verdadeiro para os meninos – meninos precisam da mão paterna desde quando chegam aos dez anos. Foi somente nos últimos seis anos que começamos a perceber isso em nossa própria família. Como seria bom poder voltar no tempo e fazer o certo! Mas talvez outros possam aprender a partir de nossos erros. Se está na hora que Junior deveria estar escrevendo seu ditado e Papai quer ajuda com o cortador de grama, nem pense duas vezes: deixe o cortador de grama vencer com certeza. Papai só tem pouco tempo para estar com as crianças, então façam o melhor uso dele. Sugerimos que os pais assumam a tarefa de ensinar grego para as crianças. Vai não só ajudar as crianças, como também ajudará Papai em seu estudo da Palavra de Deus.

A lógica também é mais bem ensinada pelo pai. Aqui está um trecho de um ensaio que o nosso filho mais velho, Nate, escreveu recentemente: "Quando eu tinha uns treze anos, meus pais anunciaram que nós iríamos estudar lógica. Que pensamentos passaram por minha mente anti-intelectual, eu não sei bem dizer, mas eu imagino que não foi boa coisa. Naquele tempo, meu pai ainda não tinha assumido muita responsabilidade em nosso ensino em casa, e assim a carga recaiu nos ombros de minha mãe. Se você não sabe o que é aprender lógica com uma mulher, como eu poderia descrever isso para você...?" Não estamos dizendo com isso que as mães não podem ensinar lógica, mas somente sugerindo que talvez ajudasse mais se os pais tomassem a frente aqui. No próximo artigo, discutiremos o estágio retórico e contaremos a você alguns outros erros que cometemos ensinando em casa.